Agricultor colhe melancia e banana em plena seca

Alberto, seu filho Laércio e Rosinha

Alberto, seu filho Laércio e Rosinha

 A seca é um fenômeno natural que atinge o semiárido e provoca danos para o povo da região, mas desde a década passada diversas entidades do poligno da seca lançaram uma “carta Aberta por um Nordeste Viável” mostrando que o problema da seca é cultural e político. neste mesmo documento fora proposto o termo “Convivência com o Semiarido” justificando que existem técnologias adptadas ao clima da região e que tornam a agricultura e a pecuária de pequenos animais viáveis para o povo que vive na região.

Cacimba fica coberta pela vegetação

Cacimba fica coberta pela vegetação

Muitos são os exemplos de pessoas que já praticam a convivência com o semiarido. Uma dessas pessoas é o sr. Alberto Carreiro residente na localidade Tanques na região da Lapa, sertão de  Pedro II. Em sua pequena propriedade construiu um pequeno cercado de 4.000 m² e levou água de uma cacimba e lá produz melancia, banana, cana-de-açucar que vende para as familias da região. Mas seu Alberto não para por aí: neste momento está construindo um tanque para criação de peixes. Desta forma, ele que no passado teve que viajar para São Paulo agora tira o sustento para sua família de sua propria terra e dá exemplo para outros agricultores.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s