Feira da Fartura reúne agricultores de várias regiões de Pedro II

Ela teve início no ano de 2012 e foi bem tímida. Porém, nestes últimos anos não apenas tem se popularizado como vem se tornando tradicional. Tanto que nos últimos seis anos já foram realizadas sete edições. Estamos falando da feira da fartura, evento que reúne famílias agricultores produtoras de alimentos agroecológicos na região de Pedro II. Famílias que também tem a assessoria técnica do Centro de Formação Mandacaru, Comunidade Kolping de Pedro II e Fundação Santa Ângela. Este ano a feira aconteceu na manhã desta terça feira dia 27 de março na Praça da Matriz, sendo assim a sua VII edição.

Continuar lendo

Anúncios

Contagem regressiva para a VII Feira da Fartura

Se a população observar com maior atenção vai perceber que nos dias atuais uma grande quantidade de alimentos com agrotóxicos chega de forma bem silenciosa nas refeições do brasileiro. No contra ponto dessa realidade vem várias organizações e articulações no Brasil que promovem ações no objetivo de fortalecer a produção de alimentos agroecológicos, possibilitando os mesmos chegarem na mesa dos brasileiros. Assim sendo, se tem a certeza também de que a população tendo acesso a alimentos produzidos de forma agroecológica é também a garantia de se consumir produtos mais saudáveis.

Continuar lendo

Tema agroecologia é destaque em curso para agricultores

O setor de Agricultura Familiar do Centro de Formação Mandacaru realizou nos dias 02 e 03 de fevereiro seu primeiro evento de formação para este ano. O público deste primeiro evento foram as novas famílias a serem acompanhadas em 2018. Uma vasta programação em seu calendário que inclui visitas técnicas, intercâmbios, curso nas áreas de produção e comercialização entre vários outros estão agendadas no setor para este ano. Como mencionado acima na última sexta feria dia 02 de fevereiro as novas famílias que estarão recebendo a assessoria técnica do Mandacaru na área de produção agroecológica estiveram reunidas na Escoa Thomas a Kempis para receberem formação e também realizarem práticas de manejo nas áreas da escola.  Este é um evento que estar pensado em dois momentos, um de teoria onde nossos técnicos apresentam o passo a passo e planejamento na sua área de produção. No segundo momento os participantes vão para a prática na construção de canteiros e podas de plantas frutíferas, dizia Francineth Pereira, coordenadora do setor.

Continuar lendo

Comunidade São Braz sedia o X Encontro dos Profetas da Chuva de Pedro II

Observar os sinais da natureza através das plantas, pequenos animais e até das nuvens e ventos é uma prática muito comum entre os agricultores e agricultoras do Semiárido Brasileiro. Uma tradição passada de geração para geração e que apesar de toda a tecnologia dos dias atuais, o hábito continua mais vivo do que nunca. Não tão famoso quanto o evento que acontece em Quixadá no Ceará, mas tão rico em sabedoria quanto lá, o Piauí também tem realizado o Encontro dos Profetas e Profetizas da Chuva nos últimos anos, mais precisamente no município de Pedro II, cidade ao norte do Estado.

Continuar lendo

Hortas devem aumentar geração de renda de famílias

A qualidade de vida nos dias atuais se torna cada vez necessária. Sabendo disso o Centro de Formação Mandacaru já vem a 25 anos motivando e colaborando com famílias do Semiárido a melhorarem de vida seja através da educação, acesso a terra, acesso a água e também na geração de renda. Nos últimos quatro anos a Entidade com o apoio de grupos da Alemanha e organizações aqui no Brasil, já 20 estruturou hortas sombreadas que atualmente produzem hortaliças agroecológicas sendo comercializadas nos estabelecimentos comerciais e feiras dos municípios de Pedro II e Milton Brandão. Juntas essas famílias estão colocando no mercado aproximadamente 350 quilos de hortaliças diariamente nestes dois municípios. Hortaliças sem a utilização de nenhum tipo de agrotóxicos, ou seja, saudáveis. Pode até parecer um número pequeno se comparado com os grandes volumes de verduras vendidas diariamente na região, porém se mencionado a quantidade de famílias que deixam de comprar e claro consumir verduras contaminadas, esse número vai lá pra cima, pois cada quilo de verdura é suficiente para pelos menos cinco ou seis famílias.

Continuar lendo