Estudantes e educadores/as vão as ruas em defesa das águas de Pedro II

O setor de Educação do Centro Mandacaru reuniu estudantes das escolas Asa Branca e Escola como também as educadoras e outros funcionários da Instituição para participarem da Caminha em defesa dos olhos d’água, das nascentes e dos rios de Pedro II que estão em situação crítica de vida. Os principais problemas enfrentados pelos mananciais de Pedro II estão as fortes estiagens dos últimos sete anos, os desmatamentos nas margens dos rios e nascentes além da poluição urbana que passa desde o lixo produzido pela população quanto a falta de saneamento básico. Estas causas tem agravado mais fortemente a quantidade e qualidade da água da cidade.

Continuar lendo

Anúncios

Entidade celebra 24 anos de atuação no Semiárido

IMG_7867O Centro de Formação Mandacaru de Pedro II comemorou nesta segunda feria dia 30 de novembro 24 anos de atuação no semiárido piauiense. A Organização foca sua atuação em quatro linhas de trabalho sendo o acesso a água de beber e de produção de alimentos através do programa de cisternas da ASA Brasil, o acesso a terra para morar e produzir alimentos em parceria com as associações comunitárias, projetos de técnicas agrícolas na geração de renda da agricultura familiar sustentável e um dos nobres setores que é a promoção de uma educação contextualizada para crianças e jovens de bairros carentes e comunidades rurais de Pedro II.

O Centro de Formação Mandacaru conquistou um largo campo de credibilidade em todos os setores de sua atuação. O fruto dessa credibilidade tem vindo através de várias parcerias construídas nesses 24 anos.

Uma das grandes parcerias tem ocorrido no acesso à água para as famílias agricultoras através da Articulação do Semiárido Brasileiro – ASA Brasil. Das quase 60 mil tecnologias de captação de água da chuva no Piauí hoje, o Mandacaru já ultrapassou a execução das 10 mil tecnologias em mais de 30 municípios pertencentes a quatro territórios, sendo dois no norte e dois no sul do estado.

Um outro setor de boa atuação e bons resultados é a educação. A Entidade coordena uma das escolas pioneiras em educação contextualizada no norte do Piauí, a Ecoescola Thomas a Kempis que este ano completou 14 anos de atuação e tem sido uma forte referência em intercâmbios sobre o tema. A escola tem em sua grande maioria estudantes filhos de famílias agricultoras e desenvolve junto a sua grade curricular convencional, técnicas agrícolas de convivência com o semiárido.

Todas essas ações estão articuladas por setores que contam com profissionais dedicados a lutarem pela promoção da família que aqui vive, para que ela se fortaleça e assim não precise se deslocar para os grandes centros do país a procura de trabalho.

As atividades do Centro Mandacaru estão divididas em quatro grandes setores que são Educação, (adulto e infantil), Apoio a Agricultura Familiar, UGT, (Unidade Gestora Territorial de Águas) e CEBI, (Centro de Estudos com Escolas Bíblicas das comunidades).

IMG_1669

Sua atuação tem logrado sucesso graças as várias parcerias construídas ao longo desses anos. “Ninguém consegue bons resultados num trabalho se não for com a ajuda de outras organizações, grupos ou pessoas”. Afirma Francineth Pereira, integrante da Coordenação dos trabalhos na Entidade.

Mandacaru participa do Ato Público pelo Semiárido em Petrolina

IMG_6592Uma grande manifestação popular em defesa de políticas públicas para o Semiárido foi realizado em Petrolina – PE no último dia 17 de novembro. Aliás, uma grande caminhada que iniciou em Petrolina e terminou em Juazeiro na Bahia onde o percurso fez a travessia da ponte que liga os dois estados Pernambuco e Bahia.

O Centro de Formação de Mandacaru esteve presente neste momento forte de luta dos povos do Semiárido com uma delegação formada por funcionários e famílias agricultoras que a entidade trabalha nas comunidades.

Continuar lendo

Agricultor busca produzir utilizando técnicas de convivência com o Semiárido

???????????????????????????????Luis Gonzaga é um agricultor atuante na região de Palmeira dos Soares a 32 km de Pedro II que busca o sustento na agricultura familiar, mas também tem a preocupação de cuidar bem da terra e assim trabalhar de forma sustentável. Gonzaga produz hortaliças sem agrotóxicos e vende na região. Ganha um bom dinheiro com a venda, tanto que algumas melhorias na estrutura da propriedade é fruto da geração de renda das hortaliças. Mas Gonzaga ainda produz de uma maneira bem tradicional onde gasta muita água, tem um alto custo financeiro e gera também muita mão de obra. Atualizado e esperto ele foi conferi de perto as práticas de convivência com o Semiárido desenvolvidas pelo Mandacaru.  O agricultor visitou a horta sombreada e a roça agroecologica na Ecoescola Thomas a Kempis, práticas que incentivam o uso reduzido de água, com pouca mão de obra e maior produtividade. Depois que viu o resultado obtido neste modelo de produção, Gonzaga solicitou uma visita da equipe técnica do Mandacaru em sua propriedade.

Continuar lendo

Profetas da Chuva voltam a se encontrar em Pedro II

???????????????????????????????O I Festival das Sementes da Fartura do Piauí, realizado nos dias 17 e 18 de julho, em Pedro II, reuniu homens e mulheres que observam a natureza para apresentarem sua sabedoria sobre o tempo. Um evento cujas temáticas são a preservação do patrimônio genético (as sementes da fartura), o protagonismo das famílias agricultoras que buscam sempre novas formas de cultivo, a valorização do saber popular e da agricultura familiar de base agroecológica, não poderia deixar de fora a sabedoria de homens e mulheres que contribuem de forma direta para o sucesso do plantio da semente na terra.

A oficina com os Profetas da Chuva, realizada na manhã da sexta feira passada (18), foi uma boa oportunidade para o público presente conhecer a filosofia de vida que essas pessoas têm, sua ligação com a meteorologia popular e suas previsões feitas a partir da observação dos sinais da natureza. Nas duas horas e meia de duração, os participantes, que não escondiam sua admiração e respeito pelos profetas, também fizeram perguntas para descobrir a origem de tamanha sabedoria.

Continuar lendo