Família produz unida e gera renda com cultivo agroecológico

Frutas e verduras sem agrotóxicos

“Aqui não usamos nenhum agrotóxico em nossas hortaliças e fruteiras”. Diz muito empolgada a agricultora Vanusa na comunidade Pequis, município de Pedro II. Local onde a família Altino produz no quintal agroecológico Cercadin, nome dado pelos pais da família há muitos anos atrás e que permanece até hoje com uma grande variedade de frutas e verduras. Uma riqueza em diversidade e produtos saudáveis como banana, laranja, mamão, limão, milho, alface, cenoura, manga e tatas outras hortaliças.

Há quatro anos a família tem a assessoria técnica do Centro de Formação Mandacaru. Nesse período foram melhoradas a estrutura de produção, a diversidade de produtos, a economia no uso da água e o melhor, o aumento no consumo familiar em produtos saudáveis e a ampliação na geração de renda por conta dos produtos vendidos na comunidade e na cidade de Pedro II. A família Altino é uma das famílias participantes da Feira Agroecológica dos Saberes e Sabores que acontece toda terça feira na Praça do Mutirão em Pedro II.

Vanusa relata também que quando necessário, a família utiliza defensivos naturais, o que apenas repele e não mata os pequenos insetos ou abelhas, tão necessários no equilíbrio da fauna e flora do lugar.

Semanalmente, a família consegue retirar o sustento alimentar, além de comercializar os produtos na comunidade e colocar os demais a venda na feira agroecológica. Um planejamento que deu certo e só tem gerado saúde e riquezas através do Sítio Agroecológico Cercadin.

Circuito Lítero-cultural foi um sucesso e promoveu bons conhecimentos ao público

Foto: Neto Santos

Durante dois dias, (31.08 e 01.09) a Ecoescola Thomas a Kempis sediou o I Circuito Lítero-cultural com o tema “Literatura Piauiense: a que será que se destina?”, tendo como homenageado o autor piauiense Fontes Ibiapina. Foram dois dias de palestras, oficinas e atrações teatrais de obras literárias piauienses. O evento teve a organização da Associação Pedro-segundense de Letras e Artes – APLA e a realização da Ecoescola Thomas a Kempis. Uma parceria que segundo a organização gerou bons e ricos conhecimentos.

A abertura do I Circuito Lítero-cultural ocorreu na manhã do dia 31 tendo a presença ilustre de escritores/as, professores/as e Coordenadores/as das Entidades parceiras. Presença especial também do Presidente da Academia Piauiense de Letras, Zózimo Tavares, que na oportunidade proferiu a palestra de abertura do evento tendo como tema “Leitura e Cidadania”.

Entre os momentos marcantes do I Circuito Lítero-Cultural, destaque para a palestra “Fontes Ibiapina, um folclorista na academia”, com o Prof. Ms. Ernâni Getirana, a Leitura de contos do Livro Fins D’água (Genuíno Sales) apresentada por Auri Soares- Professora Mestre em Ciências da Educação, as oficinas de Fanzine com a poetisa Gerlane Lima e a de Pintura com os professores Juniel Rodrigues e Guimarães Júnior, além da roda de dança e atrações culturais com o grupo de Povos Indígenas do Nazaré – Lagoa de São Francisco.

Outro momento de emoção e talento foram as apresentações culturais de obras literárias do autor Fontes Ibiapina, muito bem apresentadas pelo grupo da oficina de teatro da Ecoescola Thomas a Kempis na tarde do primeiro dia. Um evento que reuniu o talento, a arte e cultura no mesmo espaço.

Ao término do evento a organização avaliou como um momento enriquecedor na sabedoria, além do fortalecimento no estudo e aprendizagem da literatura piauiense.

Mandacaru apoia carta em defesa do Estado Democrático de Direito

Foto: Jair Tatto

A carta em defesa da democracia e também do sistema eleitoral brasileiro lançada semanas atrás pela Faculdade de Direito da Universidade de São Paulo – USP, teve amplo apoio de diversos seguimentos da sociedade brasileira. Ela teve inclusive sua leitura coletiva realizada por vários artistas do País. Seguindo a opinião de várias organizações dos movimentos sociais o Centro de Formação Mandacaru também entrou no apoio a carta, por entender que o sistema democrático do Brasil é eficiente, resguarda os direitos constitucionais da população e fortalece os poderes da República, o Executivo, o Legislativo e o Judiciário, todos independentes, autônomos e com o compromisso de respeitar e zelar pela observância do pacto maior, a Constituição Federal.

A carta teve amplo apoio no País atingindo mais de um milhão de assinaturas em poucos dias em que esteve disponível para a manifestação da população. Ela teve a coleta de assinatura em apoio suspensas na última segunda feira, (15.08) em obediência ao início oficial da campanha eleitoral ocorrido nesta terça feira dia 16.

Movimentos sociais e Paróquias de Pedro II acolhem a Cruz da Romaria

Entrada da Cruz na Matriz

Pedro II acolheu com muita animação na manhã desta sexta feira, (08) a Cruz da Romaria que está em peregrinação na Diocese de Parnaíba. Ela passará por todas as paróquias até chegar em Piripiri, cidade que sediará a 15ª Romaria da Terra e da Água nos dias 16 e 17 de julho. Eram 08:25 hs da manhã, quando a cruz chegou a Pedro II. Um animado grupo já estava a espera na entrada da cidade. Entre os grupos de acolhida estavam o Centro de Formação Mandacaru, O CERAC, a Fundação Santa Ângela entre outros colaboradores na realização da 15ª Romaria. O evento deve receber milhares de fieis e romeiros de todas as Dioceses do Piauí.

A acolhida da Cruz ocorreu no bairro Campestre, onde estavam presentes os movimentos sociais, pastorais e grupos de oração da Paróquia de Nossa Senhora a Conceição – Pedro II. A Cruz seguiu em peregrinação por algumas ruas no centro da cidade até chegar na Igreja Matriz de Nossa Senhora da Conceição, onde foi celebrada a Santa Missa de acolhida.

A Cruz da Romaria permanece na Matriz até as 08 hs da manhã deste sábado, (09) onde segue para a Paróquia de São José Operário, também em Pedro II.

Nota de pesar

O Centro de Formação Mandacaru de Pedro II se solidariza com a família e amigos de Drª. Martha Tähnrich por ocasião de sua partida para a vida celestial ocorrida neste domingo dia 03/07 em sua residência no centro de Pedro II. Uma pessoa que deixou uma grande contribuição a toda a população de Pedro II nos campos de vida humanitária, saúde e vida religiosa.

Martha deixa saudades, assim como um grande legado de exemplo de vida missionária, quando saiu de sua terra natal na Alemanha para se dedicar aos mais necessitados.

Por esse e tantos outros gestos de humanidade deixamos aqui nossa homenagem e agradecimentos por tudo que Drª. Martha Tähnrich contribuiu durante sua vida.

Solidariamente…

Centro de Formação Mandacaru de Pedro II